Como facilitar a hora das compras: mais uma dica…

Agora vamos falar sobre o que é preciso observar na hora das compras. A não ser naqueles momentos de desespero onde precisamos encontrar a peça específica para determinada situação o ato de realizar uma compra pode e deve ser muito bom!

Quem não gosta de uma peça nova no armário? Adiciona novidade, sai da rotina, aumenta as possibilidades. Muitas vezes nos sentimos renovadas. A própria experiência na loja pode ser fantástica, procurar algo para gente traz uma sensação de cuidar de si, e, para quem gosta, a ação é de relaxamento. A satisfação de poder pagar por aquela peça também é outro fator que desencadeia sensações de prazer no momento da compra.

Em relação a como compramos, alguns efeitos interessantes são observados: nós adoramos quando compramos algo novo , mas odiamos 2/3 do que está em nosso guarda-roupa, se você parar para analisar com esse olhar vai perceber. Você já sabe como começar a planejar seu guarda-roupa para que isso não aconteça e vai aprender aqui o que observar na hora das compras. Além disso, o prazo para ‘enjoar’ uma peça contando a partir da data de compra é de 3 meses em média. Já pensou? 3 meses e já queremos tudo novo! É natural do ser humano, a busca pela novidade, alguns mais inquietos, outros menos.

O fato é que esse momento gera muitas dúvidas e divide as pessoas que amam fazer compras das que odeiam. No fim todos precisamos, em algum momento, renovar aquela peça que já está desgastada, adicionar mais ‘temperos’ no guarda-roupa com as peças atualizadas daquela estação ou encontrar aquela peça incrível para algum momento especial. O que quero chamar atenção é que esse ato da nossa vida pode ser consciente. Podemos desfrutar do prazer de realizar uma compra de maneira consciente, sem nos deixar levar por impulsos.

Algumas dicas são básicas, mas se nunca praticamos não vamos aprender! Então, da próxima vez que for as compras, observe todos esses aspectos e me conta como foi

1. Não compre apenas por impulso. Você sai de casa para o supermercado sem uma lista? Com as roupas é a mesma coisa: um guarda-roupa equilibrado precisa de um certo número de peças e isso depende do nosso estilo de vida, trabalho, preferências, etc. Podemos assim até programar as compras, por exemplo: para esse inverno preciso de um casaco mais leve, que consiga fazer umas sobreposições e misturar com uns lenços que já tenho. Para o próximo verão vou precisar de uma rasteirinha mais delicada, a  maioria dos meus sapatos são fechados, e etc. Ter essa lista sempre com você vai te ajudar a ter mais clareza do que você quer e precisa. É claro que podemos nos permitir algo fora da lista, isso vai depender apenas do seu momento e condição. Juro que ter uma lista de desejos é divertido

2. Água, lanche e sapato confortável. Para estar bem no momento das compras é imprescindível não ficar sofrendo, gente! Leve sua garrafinha de água, se alimente antes ou planeje uma parada estratégica para lanchar próximo aonde você está e claro: escolha um sapato confortável, assim você vai poder andar e pesquisar bastante.

3. O meu espelho x O espelho da loja. Quem nunca chamou o espelho do provador das lojas de mentiroso que atire a primeira pedra! As vezes a gente prova a roupa na loja, olha no espelho e está tudo certo, mas quando chega em casa percebe que não está nada certo! Como não vimos aquela dobra, aquele pano sobrando, aquele caimento estranho? Os espelhos e a iluminação das lojas em geral não são tão claros e os provadores são pequenos, então o simples fato de olhar muito de perto pode confundir a gente. O que sempre faço é provar a peça, sair do provador, procurar outros espelhos dentro da loja, mas fora do provador, olhar mais de longe, em outra luz, andar – me ver andando se possível – sentar com a roupa no banquinho do provador, enfim, perceber se está confortável e me sinto bem vestida, prestar atenção mesmo. E claro: tenta olhar pelo maior número de ângulos possíveis: frente, atrás, lado.

4. Pesquise antes. Hoje fica fácil dar uma olhadinha nas lojas e marcas mesmo antes de ir lá. Pesquisa o site e/ou redes sociais da loja, veja as novidades, perceba se aquela loja tem produtos parecidos com o que você gosta e principalmente com o que você está precisando naquele momento, pesquise aqui no site, olhe as nossas dicas 🙂

5. Certifique-se do seu orçamento antes de sair de casa: adquirir um produto novo é muito bom e tem todos os prazeres que falei lá em cima, mas se você for se ?apertar? para conseguir pagar não vale a pena. Aquela peça não vai te trazer as lembranças felizes, apenas o peso da dívida.

6. Use muito! Depois que comprar a peça faça valer o investimento: solte a sua criatividade e use muito a peça, para diferentes ocasiões, em diferentes climas. Teste e pratique em casa montar visuais diferentes, junte peças, cores e estampas que nunca imaginou juntas, afinal é só um exercício. Fotografe tudo e depois reveja. O que ficou bom vai pra rua.

Na próxima dica vou falar sobre uma tendência super fácil de adaptar para esse inverno, não percam!

Deixar uma resposta