Como ter um guarda-roupa inteligente: comece planejando

Imagina a cena: você acorda para trabalhar, começa a correria do dia e não tem ideia do que vai usar. Ou recebe aquele convite para o final de semana e entra em pânico! Sempre que abre o guarda-roupa vem a sensação de que não tem o que vestir naquele momento?

Vocês já pensaram em planejar o guarda-roupa? É planejar . Planejar é traçar um plano para alcançar algum objetivo. E se a gente abrisse o nosso armário e encontrássemos tudo que precisamos para montar aquele look maravilhoso? Seja para trabalho, verão, balada, festa ou inverno?

É possível???? Simmmmm!!! A ideia é simples: ter em nosso guarda-roupa APENAS peças que amamos, que favorecem nosso corpo, que estão de acordo com nossa coloração pessoal e nosso estilo de vida.

E como faz? Vamos lá:

Primeiro passo: escolher as peças que amamos. Chega de: ?ah, mas eu estava passando e achei legal, estava em promoção, eu estava com pressa e acabei escolhendo rápido, nem provei, etc.? Daqui pra frente só peças que amamos, que tocam o nosso coração, que chamam o olhar. É fácil perceber quando isso acontece.

Sabia que todas as suas preferências influenciam na forma como você se veste? Tenha em mente tudo que você gosta, de comida a cinema, de flores a livros. Tudo que tem uma estética visual, tudo que você gosta é refletido nas roupas. Engraçado né?

Segundo passo: conhecer seu corpo! Isso mesmo, sabendo seu formato de corpo,  conhecendo cada curvinha, cada pedacinho dele fica fácil encontrar peças de roupa que equilibrem a silhueta. A moda não é mágica mas é cheia de truques! E como faz? Observar de frente ao espelho, com roupa de ginástica justa ou biquini. Apenas observar, sem julgar ou criticar. Um formato de corpo é apenas uma forma, e não existe isso de corpo perfeito, somos todas únicas e diferentes, por isso esmo esqueçam essa história de padrão de beleza.

Imagine que você está olhando para o corpo da sua melhor amiga! Observe se a proporção dos ombros é maior que a proporção dos quadris, onde está o maior destaque visual. Onde é mais angular, onde é mais arredondado. Onde é mais curto, onde é mais longo. Onde é mais fino e onde é mais largo. Tome notas. Ao escolher as peças prefira as pouco chamativas ( mais opacas, sem brilhos e volumes) para as áreas que você identificou que tem maior destaque visual. E escolha todo brilho, cor e volume para a área que você acha mais bonita e quer realçar.

Terceiro passo: conhecer a sua coloração pessoal. Quais cores ‘caem’ bem em mim? Qual a minha cor preferida? Sabe quando você veste uma blusa colorida e as pessoas te elogiam, falam que você está linda e você nem fez nada de diferente?

O contrário acontece quando usamos roupas ou maquiagem nas cores que não favorecem nosso tom de pele, as pessoas nos percebem como pálidas ou apagadas. Somente uma cor certa pode fazer uma diferença incrível no seu look! Vai por mim

Por fim: escolher as peças que vão servir nossa rotina de trabalho e lazer. O seu trabalho tem algum tipo de vestimenta específico? Como você pode/quer ir trabalhar? Quais as peças necessárias para alcançar esse look? E no final de semana o que você costuma fazer? Passear de dia, em parques, shoppings ou praia? É uma pessoa mais do dia ou da noite? Anote tudo e imagine qual o tipo de roupa para cada atividade.

Sabe o que é legal também? Olhar para o que você já tem depois de fazer essas análises e perceber o que está faltando. Faça sua listinha de compras. Com essa lista em mãos saia à procura! Na próxima dica vou escrever sobre o que observar na hora das compras. Fica de olho!

Espero que ponham em prática todas as dicas, comecem a planejar, e alcancem o guarda-roupa dos seus sonhos!

Deixar uma resposta